Sabrina Canal

mãe do Thiago (parto cesárea em 2014) e da Luiza (parto normal em 2018)

Luiza escolheu o sábado, o último de janeiro, a última hora, os últimos dez minutos para nascer. Veio direto para meu colo, abriu seus lindos olhos, olhou para mim e chorou com força. “Seja bem vinda, minha filha! E que Deus te abençoe!”. Ficamos ali alguns minutos. O papai cortou o cordão umbilical e na sequência a pediatra examinou nossa pequena. Depois ela voltou para o meu colo e ali mesmo, na sala de parto, mamou pela primeira vez. Foi um parto normal, natural, melhor do que eu imaginei ser. A bolsa rompeu às 20h30 e com três horas ela nasceu! É possível sim ter um parto normal depois de uma cesariana! Só tenho a agradecer por essa benção! Agradecer a minha médica obstetra, Dra Cristina, que me orientou durante toda a gestação e no último mês teve a maior paciência com a minha ansiedade de entrar em trabalho de parto espontâneo. Ao maridão, que permaneceu ao meu lado não me deixando perder o foco em cada força que eu fazia, mais uma vez mostrou que a nossa fé nos une e nos move. Minha mãe e minha sogra, que com suas orações e cuidados especiais, me transmitiram tranquilidade. E a toda equipe do Hospital Unimed, meu muito obrigada por estarem preparados para oferecer às gestantes um atendimento de qualidade, com respeito, promovendo o parto normal sem mitos, medos e como ele realmente é: natural!